Lay Blog 148
Lay Blog 148

4 Padrões de Candle Matadores Para o Day-Trade

O Price Action é uma das técnicas mais utilizadas pelos traders, exatamente pela sua clareza e eficácia. O trader que utiliza essa técnica olha o gráfico e rapidamente identifica qual o cenário do mercado. Os padrões mostram que o mercado está propenso a seguir a tendência em andamento, reverter ou ficar consolidado, ou seja, ficar “preso” em uma faixa de preços. Quer saber mais? Leia esse artigo e conheça os padrões mais usados no day-trade!

Vantagens do price action

É importante que o trader saiba dos benefícios do Price Action para poder utilizar essa técnica com maior assertividade. A metodologia de padrões gráficos é clara e visível: qualquer ativo em qualquer timeframe, desde que possua liquidez, pode ser operado via Price Action.

Certamente é necessário experiência para que essa clareza apareça, porém, os padrões saltam aos olhos. Se você, trader que busca a consistência, não enxerga os padrões gráficos, ou falta experiência ou… simplesmente não há padrão naquele momento.

Há diversos padrões que podem ser utilizados. O que vai definir é a maneira como são usados e a assertividade deles. Em outras palavras, se faz sentido para quem está operando.

Cuidados ao usar as técnicas

Alguns cuidados são necessários ao usar padrões gráficos. Inicialmente, você vai ter que estudar exaustivamente sobre as bases da análise gráfica, entendendo como identificar tendências, reversões e quando o mercado está consolidado.

Uma erro muito comum é quando o trader tenta achar padrão em contextos que não existem. Um martelo só faz sentido após uma tendência e não no meio de um gráfico ou no meio de uma tendência. Achar muito atrapalha o operacional. Defina critérios e situações reais para poder aplicar o Price Action com qualidade.

O contexto é, sem dúvida, um dos pontos que mais você deve ficar atento. Também, caso você não tenha muito conhecimento, estude os gráficos um bom tempo antes. Existe uma necessidade de treinar o olho para identificar os melhores padrões. Por mais que você aprenda por meio de livros ou artigos, pense que no calor do mercado tudo muda. Separamos alguns tipos que certamente vão te ajudar na sua vida de trader.

Barra elefante

A barra elefante (elephant bar) é um padrão muito forte no gráfico. É representado por uma barra muito maior que as demais barras. Se ela apareceu, você vai identificar. Pense o seguinte: se ficou na dúvida, não é uma barra elefante. Como todo padrão gráfico, depende de contexto. Pode representar tanto o início de uma tendência como o fim de uma tendência.

Vela de ignição

Quando não há tendência, a barra elefante que indica o início de um forte movimento. Pode ser tanto um movimento de compra como de venda. Uma barra grande para cima significa mercado comprador. Uma barra grande para baixo significa um mercado vendedor.

Vela de exaustão

Quando há uma tendência, a barra elefante que aparece no meio da tendência indica a exaustão do movimento. Isso serve para compra e para venda.

Martelo 

O martelo (ou hammer) é certamente um dos principais padrões gráficos para reversão de tendência. É um dos padrões mais desejados pelo trader. Ele mostra alguma região do mercado que houve exaustão da tendência. A confirmação da exaustão e início da reversão da tendência aparece quando surge o hammer.

Martelo comum

O martelo “comum” aparece quando ocorre a reversão de uma tendência de alta. Para configurar em um padrão, necessariamente deve aparecer em uma tendência de baixa. O desenho do padrão é exatamente o que diz no nome. É um candle com um corpo pequeno no topo e uma longa sombra (também chamada de “pavio”) abaixo.

Martelo invertido

O martelo invertido é o mesmo desenho, porém, aparece para reverter uma tendência de baixa. Então, aparece invertido. O corpo fica ao fundo do candle, com um longo pavio na parte superior. Veja abaixo a representação.

Engolfo 

O engolfo é mais um padrão de reversão. O mercado está seguindo em uma tendência. Em um determinado ponto, um candle vai contra a tendência inclusive “cobrindo” o candle anterior. É utilizado como reversão tanto para compra como para a venda.

A configuração de um engolfo é a reversão. Ocorre quando um candle na tendência é pequeno, enquanto que o candle de reversão (engolfo) é grande.

Engolfo de Alta

Também conhecido como bullish engulfing, ocorre após uma tendência de baixa, sinalizando a reversão. Após um candle negativo, vem um candle positivo com tamanho maior ou semelhante, mostrando a força da virada de tendência.

Engolfo de Baixa

Também chamado de bearish engulfing, aparece após uma tendência de alta, sinalizando a reversão para a baixa. Após um candle positivo, vem um candle negativo com tamanho maior ou semelhante. Novamente, uma virada de tendência.

Doji

O doji é um padrão que mostra a indecisão do mercado. É útil de várias formas: para desconfigurar uma tendência e até como possibilidade de zeragem de uma operação.

Basicamente, é a queda de braço do mercado. Para onde vai? O doji mostra que tanto compra como venda estão fortes naquele momento.

A caracterização de um doji é um candle com pavios tanto pra cima e pra baixo em que o preço de fechamento foi o mesmo da abertura. Você já pode imaginar: nem compra nem venda venceram, o que certamente houve foi briga. Veja a representação abaixo.

Posso usar outras metodologias junto com o Price Action?

Tudo é válido no seu operacional se faz sentido para você e gera bons resultados. Boa parte dos operadores gráficos utilizam indicadores para confirmar tendências ou mesmo mostrar o fim delas. Outros utilizam o tape reading para visualizar melhor alguma briga ou acumulação. Foque no que vale a pena para o seu trading.

Novamente: usar padrões gráficos sem contexto é inútil. Achar demais é ruim, não esqueça disso. Ache menos e leia mais o gráfico. Nem toda hora vai aparecer um engolfo de alta, precisa antes de uma tendência de alta para isso ocorrer. Por isso, antes de tudo, busque os fundamentos da análise gráfica.

Gostou desse artigo? Então você com certeza está buscando por metodologias para operar. Leia sobre a diferença de análise técnica e tape reading!