View Blog 017
View Blog 017

5 ferramentas cruciais de análise para o mercado financeiro

Assim como em qualquer outra área, o profissional de trading vai precisar de ferramentas que contribuam para a sua produtividade. Esses recursos provêm auxílio ao trader, fornecendo mais informações únicas do mercado facilitando nas análises.

No meio de tantas opções, o operador de mercado precisa fazer uma filtragem e escolher as ferramentas que mais se adequá ao seu perfil. Por este motivo, listamos neste artigo 5 recursos efetivos que podem enriquecer as suas análises do mercado trazendo mais assertividade nas suas estratégias. Acompanhe!

Entenda a importância das ferramentas de análise

As ferramentas de análise do mercado foram desenvolvidas para auxiliar os traders na leitura do mercado. Elas fornecem diversas informações diferentes ao operador e cada uma delas possui um objetivo específico ao qual foi criada.

O mercado de Bolsa está em constante mudança, por isso é importante não confiar somente em uma ferramenta. Uma combinação de recursos é importante para a tomada de decisão, assim como a validação de suas entradas. Porém o trader deve ter cuidado em relação a quantidade de ferramentas utilizadas para não poluir suas análises.

O operador de mercado deve sempre buscar um equilíbrio. Além disso deve verificar os recursos que mais se encaixam em seu perfil operacional, realizando então um bom estudo de mercado de acordo com a sua realidade.

Alinhando as ferramentas certas com o seu método de análise, poderá potencializar a assertividade das suas entradas, e consequentemente irá impactar nos seus rendimentos positivamente. Para lhe ajudar na escolha desses recursos, detalhamos abaixo as principais ferramentas para você!

1. Livro de Ofertas

O Livro de Ofertas é umas das ferramentas mais conhecidas no mundo do trading e fornece informações muito relevantes do mercado. Nele podemos ver em quais níveis de preço as ordens estão apregoadas, podendo fazer um balanço, se há mais ordens de compra ou de venda.

Então, basicamente, podemos ver as intenções de oferta dos players por nível de preço. Com isso podemos quantificar se o mercado está mais interessado na compra ou na venda e verificar em quais níveis de preço há mais intenções de negociação.

Também podemos usar o Livro de Ofertas para identificar níveis de preço onde há um grande acúmulo de ordens. Isso sugere que as regiões próximas desses acúmulos podem ser encaradas como possíveis zonas de suportes e resistências.

Analisando de forma minuciosa o Livro de Ofertas, é possível também identificar os blefes do mercado. Por exemplo, quando um grande player apregoa uma ordem de compra, de alto volume, abaixo da cotação atual, dando uma falsa impressão de demanda. Então duas situações podem ocorrer:

  • O preço despenca: O grande player pode remover a sua ordem, enfraquecendo a demanda compradora, dando espaço para o preço cair para então comprar em um nível de preço mais interessante.

 

  • O preço sobe: O mercado pode seguir a falsa impressão de demanda de compra impulsionando o preço para cima. E então o grande player poderá aproveitar a situação para vender os lotes a um preço mais atrativo gerando mais lucro.
Livro de Ofertas
Profit_Livro de Ofertas

2. VWAP

O VWAP (Volume Weighted Average Price) ou preço ponderado pelo volume, é muito similar a uma média móvel, porém, ela é composta por um cálculo diferente.  Ela considera a média dos preços que foram negociados em um determinado período. Sendo essa média ponderada pelo volume das negociações que ocorreram nesses níveis de preços.

Esse indicador está presente nas estratégias de muitos players, tanto pessoas físicas quanto institucionais. Com o VWAP podemos identificar os principais pontos de liquidez dos ativos no intraday.

Isso é possível pois a VWAP nos mostra os níveis de preço onde ocorre justamente uma rejeição do preço. Ou seja, podemos encarar a linha deste indicador como uma região de suporte ou resistência, onde o preço encontra dificuldades em passar.

Então a VWAP pode ser utilizada na composição de diversas estratégias operacionais, pois é um indicador de grande confiabilidade.

VWAp
Profit_VWAP

3. Volume Quantidade

Avaliar o volume das negociações é muito importante pois ele pode proporcionar uma maior confiança nos movimentos subsequentes. Para ver de uma forma mais clara, temos o indicador Volume Quantidade, que irá nos mostrar a quantidade de lotes ou contratos que foram negociados por período.

Mas não confunda, o volume não é a garantia que o preço irá se movimentar. Então, se o volume aumentar, não significa que o preço irá subir, da mesma forma se o volume cair não significa que o preço irá desabar junto.

Por exemplo: imagine que você está em uma feira negociando maçãs e a média das negociações variam de 5 a 10 maçãs por pessoa. De repente chega um novo comerciante querendo comprar 300 maçãs. Um volume destes, muito acima da média negociada, poderia muito bem impulsionar os preços para cima rapidamente. 

Porém, enquanto começam as primeiras negociações com esse novo comerciante, um outro chega no local querendo vender 270 maçãs a um bom preço, e então eles fecham negócio. Analisando externamente, tivemos um grande aumento no volume mas a demanda foi rapidamente suprida e  os preços voltaram a se estabilizar.

Então quando temos grandes volumes de negociação o preço terça mais volatilidade, ou seja mais amplitude nos movimentos. Desta forma, devemos encarar o volume como um termômetro do mercado.

Volume Quantidade
Profit_Volume Quantidade

4. Times and Trades

Outra ferramenta importante para as análises do mercado financeiro é o Times and Trades. Com esse recurso é possível acompanhar os negócios em tempo real e verificar os detalhes de cada negociação.

Com o Times and Trades podemos ver desde comprador, vendedor, as quantidades negociadas e até mesmo quem de fato deu o primeiro passo para realizar o trade. Ou seja, será possível enxergar as agressões do mercado em tempo real.

Essa ferramenta auxilia o trader na identificação dos fluxos do mercado, uma vez que podemos verificar as agressões, tamanho dos lotes e frequência das negociações. Então basta seguir o maior fluxo e surfar nos movimentos.

Utilizando o Times and Trades no Profit é possível também incluir alguns filtros para colorir quantidades específicas de lotes. Assim enquanto você estiver acompanhando o fluxo de negociações, poderá saber quando estiver entrando lotes maiores que podem impactar na cotação do ativo.

Times and Trades
Profit_Times and Trades

5. Nelogica – Bottom Finder

Por último temos um indicador técnico de alta performance desenvolvido pelo time da Nelogica. O Nelogica – Bottom Finder é um indicador de compra contra a tendência que é exclusivo da plataforma Profit.

Por ser um indicador de compra contra a tendência seus sinais são mais evidentes em períodos de queda do mercado ou mesmo em mercados laterais. Então é mais indicado para quem executa estratégias pela ponta compradora.

Um diferencial do Nelogica – Bottom Finder  é que na grande maioria dos casos, seu sinal antecipam o movimento de alta. Isso permite que o trader se posicione com antecedência e aproveite melhor os movimentos.

Esse indicador ainda pode ser usado em qualquer periodicidade gráfica, porém foi desenvolvido para uso no gráfico diário. Então fique a vontade para testar nas mais variadas periodicidades e ver se esse recurso pode agregar na sua estratégia. 

Vocês podem conferir um artigo com maiores detalhes sobre o funcionamento do Nelogica – Bottom Finder, clicando aqui.

Nelogica Bottom Finder
Profit_Nelogica Bottom Finder

Bom agora cabe a você testar esses recursos e verificar se eles se encaixam no seu perfil operacional. Lembre-se que você não precisa de muitas ferramentas para fazer bons trades, mas sim ter algumas que possuam boa sinergia e usá-las de forma eficiente.

O que achou deste artigo? Deixe um comentário! Aproveite e faça um teste do Profit e tenha disponível as melhores ferramentas de análise para o mercado financeiro.