View Blog 144
View Blog 144

5 séries de mercado financeiro para o trader assistir!

Você já sabe que o controle emocional é essencial para quem atua no mercado financeiro, correto? Por isso, ter um tempo de lazer é essencial para descansar seu mental, e te ajuda a otimizar suas operações na hora do jogo. Mas já pensou que você pode relaxar enquanto adquire conhecimento?

Reunimos algumas das melhores séries que abordam mercado financeiro, empreendedorismo e economia para você aprender enquanto se diverte. Acompanhe!

Pare de achar o mercado financeiro um bicho de sete cabeças

O mercado financeiro pode parecer um mundo restrito e de difícil entendimento para quem não vive seu dia a dia dentro da área, ou não possui uma formação mais próxima a finanças. Os termos técnicos usados e os jargões podem parecer mais difíceis do que os termos jurídicos que um juiz usa ao dar a sentença a um réu. Mas nem tudo é o que parece e precisa ser motivo de preocupação.

Já pensou que é possível aprender em um momento de completo lazer? Isso porque alguns programas nos passam tanto conhecimento quanto um capítulo de um livro. Hollywood adora falar sobre o mercado. São filmes, séries e documentários que exploram os diversos lados desse mundo, compilados em vários gêneros de ficção.

Isso ajuda com que esse meio seja visto com glamour; afinal, quem não quer conquistar a tão sonhada independência financeira, podendo operar em qualquer lugar e a qualquer momento?

Selecionamos 5 séries (e um documentário bônus) que abordam diretamente ou indiretamente o mercado. Elas vão te ajudar a entender termos técnicos da bolsa de valores, conhecimentos acerca da gestão de uma empresa e como o mercado têm uma grande correlação com questões políticas; oscilando em cada decisão tomada.

Mais do que isso, te mostram a visão real que para obter sucesso nesse grupo restrito de investidores, não é preciso nenhuma fórmula secreta ou já nascer rico. Estudo, competência, visão empreendedora e disciplina te levam até lá. Confira!

Billions

Talvez seja a série que mais respire mercado financeiro e qualquer pessoa apaixonada pelo mercado financeiro precisa assistir. Ela mostra desde estratégias de compra/venda de ações até raciocínios incríveis em operações que um trader realiza.

Billions acompanha o embate entre Bobby Axelrod (Damian Lewis), gestor de um bilionário fundo de investimentos, um Hedge Fund, e Charles Rhode (Paul Giamatti), o US Attorney, que se aproxima de algo como o Procurador da República no Brasil. A série gira em torno de uma campanha contra o “capitalismo inescrupuloso de Wall Street” que Charles lidera, e acaba elegendo Axelrod como seu principal adversário declarado.

Bobby é o típico exemplo do sonho americano e de quem entra no mercado de capitais. Nascido de família pobre, trabalhou em diversos subempregos até conseguir ascender os degraus da sociedade e se tornar um dos mais influentes gestores de investimentos de Wall Street.

Acompanhamos o núcleo do mercado financeiro com suas transações, egos e inseguranças, em operações nada convencionais. A série ainda explora muito o lado emocional dos personagens, em situações que um trader realmente vivencia no seu dia a dia, sendo interessante acompanhar as consequências que as emoções podem causar quando se está desestabilizado.

Além disso, temos um prato cheio de conflitos éticos e um dos maiores problemas do mercado de capitais: as informações privilegiadas de dentro das corporações. Billions é a escolha perfeita para investidores e traders que querem assistir uma série tão inteligente.

O sócio

Série perfeita para quem gosta de empreender ou gosta de saber exatamente como uma empresa funciona. Com o nome original de “The Profit” (“O Lucro”), a série é comandada pelo bilionário, Marcus Lemonis. Quando ele não está no comando da sua empresa multibilionária, a Camping World, Marcus vai em busca de companhias que não estão em um momento próspero e precisam de dinheiro.

O empresário coloca seu próprio dinheiro nos negócios e, em troca, passa a ser sócio dos empreendedores e a receber uma percentagem dos lucros. Ele identifica falhas de gerenciamento e guia os empreendimentos ao sucesso. Sua experiência, vem, não somente do seu próprio negócio, mas de dez anos reabilitando mais de 100 empresas que estavam à beira da falência.

Em cada episódio Marcus faz às companhias uma oferta impossível de ser recusada. Já dentro da empresa, ele faz de tudo para o negócio começar a se tornar lucrativo. O presidente pode ser demitido, a funcionária promovida, ou ele mesmo arregaçar as mangas e fazer todo o trabalho, mas é certo que a empresa vai prosperar e atingir seu payback no mais curto prazo possível.

E você, quer saber porque assistir essa série pode te ajudar nas operações? Uma empresa é a alma da bolsa de valores, e entendê-la te ajuda a desvendar o que um balanço de uma companhia pode impactar no pregão daquele dia ou identificar o valor ou futuro potencial que a empresa pode adquirir. Além de claro, aprender práticas de negociação é sempre válido. 

Shark Tank Brasil

Essa se aproxima bastante da ideia de O Sócio. Você têm a oportunidade de entender como, quem é experiente no manejo de capital, avalia riscos e oportunidades. O Shark Tank Brasil é uma série estilo game show que une empresários e investidores num só programa. É essencial para quem busca compreender mais como a tomada de decisões ao investir precisa ser feita com cautela, e quais características tornam algo atrativo a ser investido.

Empreendedores apresentam sua ideia, em modo pitch, de negócio para cinco possíveis investidores. Esses “tubarões” criticam o projeto e podem, ou não, fazer uma proposta de aporte, envolvendo tanto dinheiro quanto uma participação societária na empresa.

Os empresários do Shark Tank Brasil são investidores já consolidados no mercado e com muita disposição para investir em novos empreendedores. Para convencê-los, os candidatos precisam apresentar o produto e um plano de negócios. Se forem persuasivos, podem sair de lá com um bom aporte financeiro e um novo sócio para sua empresa.

Em cada episódio são apresentados pelo menos três empreendedores ou empresas que pretendem conseguir um investimento. Os investidores são formados por Caito Maia, fundador da Chilli Beans, Cristiana Arcangeli, empresária serial do segmento de moda, beleza e bem-estar, João Appolinário, fundador da Polishop, Robinson Shiba, criador e presidente da rede China In Box, e Camila Farani, um dos maiores nomes em investimento –  anjo do Brasil.

Após a apresentação, é onde você vai obter mais conhecimento. Com as perguntas que os investidores fazem, a maioria envolvendo uma análise de risco x retorno (qualquer semelhança com a avaliação que você faz ao entrar em uma operação da bolsa, não é mera coincidência) e projeções que os empreendedores mostram, o conhecimento que você pode adquirir em cada episódio, é alto. 

House of Cards

Uma das séries de maior sucesso da Netflix pode fazer você pensar: o que esse enredo político têm a ver com mercado financeiro? House of Cards mostra como as ações tomadas na presidência dos Estados Unidos afetam todo o tipo de produto financeiro, investidores e o mercado de capitais como um todo.

A história é sobre a vida de Francis Underwood (Kevin Spacey), um congressista da Casa Branca, ambicioso e com a ideologia de Maquiavel predominante em sua mente. Sua filosofia é que seus meios são justificados pelo resultado final.

Frank utiliza manipulação e age com muita estratégia para alcançar os altos cargos do governo. Para ele não existem limites, e o que puder fazer para conquistar seus objetivos, fará. Ao lado dele está Claire Underwood (Robin Wright), sua esposa empresária e igualmente ambiciosa. Juntos, eles buscam o poder acima de tudo.

O fascinante dessa produção é a maneira como ela nos coloca em posição de juízes da moral, nos fazendo pensar sobre como definimos nossos limites entre o que é correto e o que não.

House of Cards vai te passar uma lição de negociação. A política é um ambiente onde tanto o pensamento estratégico quanto a força de decisão são necessários. Sentiu a semelhança com o ambiente do trader?

Sillicon Valley

A série conta a história de Richard Hendricks, um programador tímido, que pede demissão da empresa onde trabalha para se juntar a uma incubadora e tocar seu projeto: um aplicativo de busca de músicas chamada Pied Piper. O dono da incubadora é Erlich Bachman, sujeito que ficou rico com um aplicativo e sonha em repetir o sucesso, dividindo espaço em sua casa com vários jovens empreendedores.

A trajetória de toda a startup é mostrada, as discussões com investidores, mudanças de foco no produto, dramas de financiamento e toda a dinâmica que um negócio tecnológico envolve.

Ela ótima para você que não conhece muito sobre o assunto, já que nos últimos anos o boom das startups têm sido cada vez maior. Só no Brasil temos mais 500 e elas tem revolucionado principalmente o mercado financeiro. Isso é tão sentido por antigas instituições financeiras, que elas estão procurando cada vez mais se adaptar a novas tecnologias, para entregar aos clientes a melhor experiência. 

Então, nada melhor do que assistir a uma série de comédia enquanto você se atualiza sobre como as novas instituições financeiras estão entrando para o sistema e no que elas se baseiam para crescer e ganhar espaço.

Banco ou Bitcoin

Já falamos das 5 séries que o título do artigo indica, mas esse é um bônus que vamos indicar; um documentário sobre um dos assuntos mais comentados no mercado financeiro nos últimos anos: Bitcoin!

E o porquê você deve assistir a esse documentário, é bem simples. Não se sabe ainda o futuro dessas moedas virtuais, mas elas podem revolucionar todo o sistema financeiro do mundo, e o mais importante o fim de como nosso sistema bancário funciona. 

Se interessando, ou não, por investir em criptomoedas; ter conhecimento sobre o que são e como podem impactar nosso mundo é fundamental.

Não esqueça de deixar seu comentário sobre o que você achou das sugestões! Depois de maratonar essas séries, nós te indicamos os 5 filmes sobre o mercado que você precisa assistir