View Blog 138
View Blog 138

Afinal, o que faz um trader?

O estilo de vida de quem opera na Bolsa de Valores pode ser de difícil entendimento para pessoas que não estão acostumadas com o mundo financeiro. Existe uma diferença entre o que elas acham que um trader faz e como de fato é seu trabalho.

Mas afinal, o que faz um trader? Entenda definitivamente a vida desse profissional, e como você pode se tornar um, para ter flexibilidade do horário de trabalho e finalmente a tão sonhada independência financeira. Acompanhe esse artigo!

O que é um trader?

Traduzindo toda a linguagem complicada do mundo financeiro, trader é aquele quem opera ativos financeiros em busca de bons rendimentos e assumindo riscos.

Um trader pode operar os mais diversos ativos, não somente do mercado à vista, mas de outros, como o mercado futuro e de opções. Possui diferentes perfis, porque o objetivo de ganhos nem sempre é o mesmo.

Com diferenças de atuação e de permanência nas posições, os riscos e as rentabilidades mudam, por isso os rendimentos desse profissional são relativos. Além de, claro, sua dedicação também interfere nos seus tradings.

Preste atenção nos perfis de traders a seguir:

Trader Autônomo

Muito provavelmente é assim que você começará no mercado financeiro. O trader autônomo opera com seu próprio capital e segue apenas suas próprias ordens. Mas não se engane. Não é de qualquer forma que ele começa suas operações, nem com o dinheiro que paga suas contas.

Seu capital vem de seus próprios investimentos e suas estratégias são muito bem estudadas.

Conheça as vantagens de ser um trader autônomo

Talvez a primeira ideia que você tinha do que era ser um trader é de um sujeito gritando em um pregão, comprando e vendendo papéis enlouquecidamente. Você sabia que não existem mais aqueles pregões? Confira aqui como é a bolsa de valores nos dias atuais.

Hoje em dia, o trader só precisa de um capital, um CPF, uma conexão com a internet e uma plataforma profissional para operar. Tudo ficou mais simples e acessível. Um trader consegue atuar em qualquer lugar.

Todo esse cenário facilitado também exige mais cuidados e estudos do que antigamente. O mercado ficou muito mais complexo. Mesmo sendo extremamente flexível ser um trader (e talvez seja especialmente essa a grande vantagem) ainda assim exige forte dedicação, como de qualquer outra profissão.

Geralmente traders têm formações mais alinhadas com finanças e cursos de exatas, onde o raciocínio lógico é mais forte. Mas não é uma regra. Operações e análises de mercado não se aprende em graduações. É preciso estudo e dedicação. Se você enxergar como um hobby, pode perder boa parte do seu capital, porque o mercado deve ser encarado com profissionalismo.

Trader Institucional

Esses são os traders contratados por instituições como bancos, corretoras, financeiras, entre outros. Nesse caso, o risco quem assume é a própria organização. Embora também as estratégias, o volume do que é negociado e a duração da posição que esse profissional adota estão de total acordo com a empresa.

Brokers

Esse tipo de trader apenas executa ordens de clientes e empresas, e não cria nenhum tipo de estratégia, por isso o nome de broker.

Trader é o mesmo que investidor?

Há diferenças entre ser um trader e um investidor. Se um investidor acredita que a empresa é capaz de gerar riqueza, ele compra suas ações para fazer parte da sua sociedade e ter direito a uma parcela dos lucros dessa companhia. Então, ele permanece com os ativos por um bom período de tempo.

A venda dessas ações acontecerá quando o investidor notar que essa empresa não está mais tendo tanta valorização ou se há outro investimento melhor a vista.

Por outro lado, o trader é um especulador. Ele tira dinheiro do mercado de forma rápida e ativa. Sabe aqueles momentos de grandes oscilações, onde a maior parte das pessoas têm medo de fazer operações? Traders buscam exatamente esses períodos de grandes mudanças de preços nos ativos. Uma vez um preço de um ativo descolado da realidade, as chances de ganhos são muito maiores.

Mas qual a lógica desse jogo?

No curto prazo essas operações são a soma zero. Imagine que você está jogando poker com a sua família. O que um membro da família ganhar, o outro membro vai perder. Se somar todos os ganhos e subtrair todas as perdas, o resultado será zero. A família continuará com o mesmo valor na casa.

As operações na bolsa seguem a mesma lógica. Se você ganhou 2% em 1 hora, esse ganho deve ter vindo de outra pessoa. No curto prazo, o que um ganha, o outro pode perder, pela simples análise de que em 1 hora, dificilmente algum tipo de empresa gere esse tipo de rentabilidade de forma sustentada.

São justamente os traders que ajudam a trazer tanta oscilação para a bolsa de valores. E são nessas operações de curto prazo que a gestão de risco se faz tão necessária.

Além da classificação por meio do tipo de ordens que eles executam, existe ainda a classificação que leva em conta justamente o que separam eles de investidores: o tempo que permanecem em uma posição:

Day traders

Day traders não dormem posicionados, ou seja, não ficam numa posição por mais de 24 horas. Isso leva eles a adotarem um gerenciamento de risco muito maior que outros traders, que se dá pelas quantias maiores que eles operam, já que passam pouco tempo posicionados.

Pense o seguinte: Operações por si só têm custos (de corretagem, da própria B3, da plataforma operacional, entre outros). Seus lotes precisam ser maiores para valer a pena operar levando em consideração todos os custos envolvidos. Com lotes maiores, você pode perder mais dinheiro, por isso seu gerenciamento de risco precisa ser extremamente bem executado.

Esse gerenciamento se relaciona ao controle do grau de exposição do trader. Trata-se de prever o pior cenário que se pode enfrentar e planejar saídas adequadas para essas situações caso elas aconteçam.

Não se trata de ignorar as perdas e fingir que elas não acontecerão, mas sim, trabalhar para deixá-las menores em comparação com os lucros, tentando manter o saldo sempre positivo.

Swing Traders

Os swing traders passam mais tempo posicionados do que os day traders, porque ficam mais de 24 horas em uma posição. Desse modo, eles fazem menos operações e estão mais expostos a notícias repentinas. A grande estratégia operacional deles é tentar aproveitar movimentos de valorização do mercado que duram mais um dia.

Position trader

Esse é o perfil de trader que fica mais tempo em uma posição, podendo segurar seus ativos por longos períodos. Notícias cotidianas não são significantes. Além disso a análise mais escolhida por esse tipo de trader é justamente a fundamentalista. Essas escolhas se dão por terem perspectivas de longo prazo.

Mais do que visar o ganho pelas oscilações do mercado, o position trader se interessa pelos ganhos dos dividendos – que é a parcela de lucro apurado por uma S.A.- distribuídos pelas empresas.

Como ser um trader?

Tenha certeza que existem diversas orientações preciosas, mas aqui foram selecionadas as principais:

Estude e treine constantemente

Talvez a principal dica que você precisa adotar logo no começo do preparo para se tornar um trader de alta performance. Encare a preparação da mesma forma que você se dedicou para aprender sua profissão. Ser trader é estudar, sempre se atualizar ao máximo e adotar treinos constantes.

Nesses casos, começar treinando com uma conta de simulação pode ajudar muito. Mais que isso, um software que te mostre e te ajude em todas as análises e estratégias que você queira aplicar também é fundamental. Por isso, para bons treinos, saiba qual plataforma você deve usar.

Cuide do psicológico

Quais as variáveis externas que você acha que contribuem para a movimentação do preço dos ativos? Já passou pela sua cabeça que o psicológico de um player pode interferir nessa dinâmica?

Saiba que cuidar da sua saúde mental e entender suas emoções e as decisões que partem através delas são fundamentais para ser um trader de sucesso. Saber lidar com perdas assim como saber ganhar e não deixar a ganância fazer com que você perca tudo é essencial na vida desse profissional. Esteja sempre trabalhando para aperfeiçoar seu psicológico.

Quer saber mais detalhadamente como ser um trader de alta performance? Aqui tem 5 dicas para ser um bom trader.

É possível se tornar milionário como trader?

Começar a operar, não é promessa de ganhar muito dinheiro. Existem várias variáveis que podem influenciar positivamente e negativamente. Como já dito, nunca esqueça que ser trader não é uma aventura e que você não entra nesse mundo sem preparo.

Dedicação é essencial, juntamente com longos anos de estudo das várias técnicas que abrangem o mercado. Assim como uma plataforma profissional com diversas ferramentas faz toda diferença em suas operações.

Seguindo todas as dicas deste e de outros artigos, você está se preparando para começar na carreira de trader com o pé direito.

Quer começar a entender melhor o mundo financeiro e como começar suas operações? Então Descubra o que é necessário para investir no mercado bovespa