View Blog 168 min
View Blog 168 min

Confira tudo o que você precisa saber sobre o O Federal Reserve (FED)

O Federal Reserve está entre as instituições mais poderosas do mundo. Responsável por controlar a política monetária norte-americana,  possui comitê para exercer decisões sobre as taxas de juros.

Seus membros tem grande responsabilidade, com o principal objetivo sendo o de conter alta variação de preços, ou  seja, busca levar estabilidade ao valor da moeda. Sua organização e parte das suas atribuições são colocadas nesse texto. Vamos conferir?

Funções do FED

O federal reserve é o banco central dos Estados Unidos e possui cinco funções:

  • Conduzir a política monetária;
  • Promover a estabilidade do sistema financeiro;
  • Promover segurança e solidez de instituições financeiras individuais;
  • Promover a segurança e eficiência do sistema de pagamento e liquidação;
  • Promover proteção do consumidor e o desenvolvimento da comunidade;

As funções são muito importantes. Da segunda até a quinta função, o FED tem uma missão mais ligada à questões estruturais, ou de segurança financeira. A primeira função, de condução de política monetária, é a mais visada pelos investidores. Nessa área, seu objetivo é o de maximizar o emprego, entregar preços estáveis e buscar taxas de juros moderadas no longo prazo para a economia dos Estados Unidos.

Para entender quem são os formuladores da política monetária, é necessário entender como o FED é organizado.

A Estrutura do FED

Há três entidades chave:

  • Federal Reserve Board of Governors;
  • Federal Reserve Banks;
  • Federal Open Market Committee (FOMC);

1) O Board of Governors é uma agência independente do governo federal. Seus sete membros são indicados pelo presidente e confirmados pelo senado, com mandatos de 14 anos, o que auxilia na indpendência da instituição com relação à política. Um novo termo começa a cada dois anos, e quem serve o FED por esse período não pode ser recolocado no Board. O Chairman (ou seja, o presidente do FED) é nomeado pelo presidente do país. Ele e os indicados precisam de confirmação do senado, ou seja, o Board é independente, mas tem de ser referendado e precisa prestar contas ao governo e a sociedade americana. Dessa forma, o congresso tem papel de supervisionar o FED. O mandado do chairman tem duração de quatro anos, que podem ser renovados.

2) Diferentemente da estrutura comum dos bancos centrais pelo mundo, onde há um banco central somente, nos USA há 13 bancos centrais: o principal, em Washington D.C., além de outros 12 Bancos centrais regionais (distritais), que são organizações não governamentais, criados de forma semelhante à qualquer empresa, mas em interessepúblico. São localizados em Boston, New York, Philadelphia, Cleveland, Richmond, Atlanta, Chicago, St. Louis, Minneapolis, Kansas City, Dallas, e San Francisco. Os BC’s regionais também têm conselhos de administração, com representantes de bancos comerciais, podendo ser também de setores trabalhista, consumidor e de instituições sem fins lucrativos. Esses BC’s escolhem um presidente, que tem de ser aprovado pelo Board of Governors.

3) O FOMC é o responsável pela condução de política monetária dos USA. Apesar de ser composto pelos membros e pelo staff, que realiza pesquisas sobre a situação econômica nacional e global, relacionadas tanto a economia real quanto a preços de mercado, riscos e política monetária, os membros que tomam as deciões. Os membros são compostos pelo chairman (função exercida pelo chairman do Board of Governors) e seu vice, além dos membros do Board of Governors e dos presidentes dos Bancos Centrais distritais. Somente 12 membros tem direito a voto: enquanto os membros do Board of Governors sempre votam, os membros dos BC’s regionais rotacionam, ano a ano, para completar os 12 votantes, com exceção do presidente do FED de New York, que é o vice chairman do FOMC.

Algumas das Mais Importantes Publicações do FOMC

Em cada um dos oito encontros anuais, divididos em periodicidades iguais, o FOMC define a taxa de juros base da economia norte-americana, os chamados fedfunds, as taxas de remuneração sobre os excessos de reservas dos bancos, dentre outras questões de política monetária. Suas publicações com relação aos temas citados pode ser dividida em duas: os statements do FOMC são reveladas logo após a decisão de política monetária tomada pelos membros, enquanto a ata da reunião é publicada semanas após a mesma.

No statement de decisão de política monetária são destacadas as principais decisões da reunião, como alguma amostra sobre a visão dos membros com relação às condições gerais da economia, além da decisão da taxa de juros básica e, caso existam, alterações na política monetária, como pode ser o caso em algum programa de compra de ativos. O documento costuma ser curto, com aproximadamente duas páginas.

Já a ata, documento mais robusto e com informações mais precisas da reunião, pode ser dividida em quatro grandes partes:

1) Revisão de estratégias de política monetária:

  • Inclusas reviões em estratégias, ferramentas, entre outros, utilizadas pelo banco central, incluindo suas práticas de comunicação;
  • Mercado financeiro e as operações de mercado aberto.

2) Informações e opiniões do staff:

  • Dividido na revisão do staff sobre as situações econômica e financeira, além de sua perspectiva econômica.

3) Informações e opiniões dos membros do FOMC. Mostra a opinião dos participantes:

  • A parte mais importante da ata, pois a decisão de política monetária é anunciada semanas antes, no statement. Aqui são reveladas as opiniões de quem realmente toma a decisão de política monetária;
  • Em cada opinião sobre um assunto há uma ideia de quantos membros reiteram essa posição, mas não quais. Para tal, são utilizados adjetivos como ‘par’, ‘alguns’ e ‘vários’;
  • Opiniões econômicas diversas, sendo setorial, nacional ou internacional, que abrange atividade, juros, inflação, condições financeiras, riscos, entre outros. A visão dos membros é de suma importância para as precificações futuras das taxas de juros, bem como de indícios de como o FOMC deve atuar em diferentes ocasiões.

4) Decisão de política monetária:

  • Por último, vem a decisão de pol. Monetária. Aqui, tem-se a formalização da taxa dos fedfunds, um resumo da situação corrente e, caso existam, outras modificações em relação à política monetária;

No site do FED há acesso para diversas outras publicações. Dentre elas, estão o beige book, o greenbook, o bluebook e o redbook, tema para outro artigo.
Conclusão;

O FED uma das principais instituições dos USA, logo, do mundo. Sua organização institucional implica em boa independência entre o banco central e o governo, diminuindo o risco de interferência política.

Dentre suas diversas publicações algumas tem maior destaque, como os statements e as atas do FOMC, que em muitos momento tem enorme influência no preço e na volatilidade de ativos de diferentes mercados.

Ficou com alguma dúvida? Que tal mandar para a gente? É só deixar seu comentário! E não se esqueça de se inscrever no nosso canal do Youtube