View Blog 171
View Blog 171

Da derrota à vitória: Veja como Leonardo Werneck venceu no mercado financeiro!

Poucas palavras definem tão bem um trader vencedor quanto a palavra “recomeço”. Recomeçar faz parte da vida da maior parte dos traders. Estudar, começar a operar, quebrar, voltar a estudar… existe um processo até a consistência no trading. Com certeza, não é de um dia pra noite.

Essa foi e é a vida do trader Leonardo Werneck. Após mais de 20 anos de mercado testando diversas estratégias sem sucesso, desenvolveu o vencedor método Sakura. O significado de Sakura é exatamente isso: recomeço. 

Para ele, após anos de experiência de mercado, saber recomeçar e encaixar um operacional consistente foi o que premiou anos de estudo. Já que a verdade do trading é continuar tentando, mesmo em condições adversas, conheça a história desse trader que soube desenvolver uma diferenciada metodologia para a Bolsa!

Quem é Leonardo Werneck?

Leonardo Werneck iniciou no mercado financeiro no ano de 1997. Nessa época, não havia plataformas nem homebrokers, era necessário ir até a corretora para operar. Seu relativo sucesso, se prosseguiu até a virada para o mercado eletrônico. Muito se fala que não existe um grande trader sem ter passado por uma grande perda. E as perdas vierem. Durante esse tempo, tentou todas e todas metodologias, mas sem sucesso.

Werneck foi pulando de galho em galho, operando as vezes sem critério nenhum. “Tentei de tudo. Perdi por anos, mas mesmo assim não larguei o mercado”, comenta. Após acumular muita experiência e conhecimento em todos esses anos, seguiu estudando para desvendar um operacional eficiente.

Em 2010, após o insucesso no mercado de ações, o mercado de minicontratos estava em ascensão. A liquidez e a volatilidade chegaram para esses ativos, o que chamou a atenção de muitos traders. Werneck foi um desses traders, optando pelo mini-índice futuro. Mesmo tendo se passado mais de 10 anos, a partir daí sua vida mudou.

À essa altura, foi tentativa e erro. “Os anos de estudo me serviram como base. Se eu não tivesse passado por todo esse processo, não conseguiria seguir. Tive e tenho um bom histórico que me dá um bom suporte hoje”, enfatiza. 

Uma vez que não havia simulador, era precisa usar planilha de excel. Foi necessário começar do zero e entender os primórdios. Então, viu o que realmente funcionava para ele. “Percebi que o simples funcionava”, comenta. Largou metodologias que não faziam sentido para e começou pelo clássico da análise gráfica: suportes, resistências, tendências, níveis de preço operacionais.

A importância da gestão de risco

A consistência é um processo diário, mas geralmente os traders percebem o momento que tudo mudou. Para Werneck, foi quando percebeu que os dias de prejuízo deveriam ser respeitados. “Nos dias de resultados ruins, tentava recuperar tudo e quebrava a conta; foi difícil aceitar o prejuízo, mas consegui”, fala Werneck. 

Assim, entendeu que o prejuízo faz parte e que o trader deveria assumir o prejuízo. Não adiatava cometer as conhecidas loucuras operacionais (aumentar a mão quando está perdendo, por ex.). Dessa maneira, conseguiu manter uma curva de resultados positiva, o que trouxe confiança.

“A partir do momento que planilhei, vi o que funcionava pra mim e criei uma gestão de risco lógica, pude crescer. Desse modo, conquistei o direito de operar maior, coisa que antes era apenas uma ideia. Antes eu queria operar grande, mas não merecia operar grande. O trader deve entender que deve que primeiro deve merecer antes de querer”, aponta.

Para quem vê hoje suas boletas de mais de 100 minicontratos por operação, pode não entender como chegar até lá. “A cada contrato de mini-índice, é necessário conquistar 150 pontos no ativo para aumentar mais um. É a regra que eu defini”. Regras definidas e claras, exatamente como deve ser um trader

Para Werneck, o payoff também deve ser positivo, e a gestão de risco depende disso. “Trabalhar uma relação de risco retorno positiva é fundamental. A pessoa que já tem uma experiência, pode se dar ao luxo de ter um payoff neutro.

Dicas para quem está começando

Toda a bagagem de mercado faz de Werneck um dos grandes especialistas para mostrar exatamente o que um trader iniciante não deve fazer em seu início. Muitas vezes, o trader iniciante quer começar logo, operar de qualquer maneira, achando que o mercado vai premiar a pressa. Certamente que não.

Para Werneck, a paciência é fundamental: “O mercado premia os pacientes. Ter a paciência de operar na hora certa, fazer poucas operações operações, operar de modo assertivo é um bom caminho”.

Werneck cita a conta de simulação como num dos grandes benefícios para quem está começando. Também, vê essa evolução da tecnologia de modo muito favorável ao trader: “Primeira coisa que um iniciante deve fazer é ir para a simulação. Mesmo que seja com um contrato. Lá vai errar, aprender, vai ver como é. Acha que já está pronto? Ainda não está! Depois que entendeu, está confiante, estudou uma técnica, aí tem que estudar mais. Estudar de forma voraz!” complementa.

E para o futuro, o que espera ?

Werneck vê o mercado crescendo, o que é bom para os traders. Ao mesmo tempo, acha que o iniciante deve ter cuidado, pela falta de conhecimento: “Muitas vezes as pessoas são atraídas por um sonho. Deve haver um comprometimento com a realidade. Ficar rico após ler um livro ou fazer um curso não existe. É preciso estudar e treinar muito.”

Sobre a metodologia Sakura, vê de forma positiva o crescimento dela: “A maior característica da estratégia é a calma de operar. Resumindo, são poucas operações e maximização de lucro. Sempre trabalhando com payoff positivo. Me considero um operador conservador. Quero seguir operando anos e anos com tranquilidade, sem stress.”

Para quem viveu o mercado, largá-lo é algo difícil. Para Werneck não é uma opção, já que são mais de 20 anos de atuação e agora de consistência. Porém, alerta os ingênuos: “O mercado dá uma falsa sensação de liberdade. Não se iluda que você não tem patrão. O mercado é seu patrão.

O mercado, como qualquer outra atividade, exige disciplina, estar para operar no momento certo e executar da maneira certa. Para isso, Werneck tem uma excelente comparação a quem opera sem preparação: “É como ir para uma corrida profissional, tendo ficado 6 meses sem treino de corrida”. 

É preciso superar as dificuldades no trading, aponta: “Depois de testar as metodologias, elaborar uma boa gestão, passar pelo processo de aprendizado, o lucro está no final para te dar um abraço”. 

Vida de trader e de professor de mercado

Após atingir  a alta performance no mercado, Werneck tomou para si mesmo um propósito de dar cursos, parando 3 vezes ao ano para ensinar aspirantes a traders. “Gosto de turmas pequenas. Quero marcar a minha contribuição para o trading brasileiro, fazendo com que o trader permaneça no mercado” fala. 

Hoje, tem um novo aplicativo, Geração Trader, em que disponibiliza conteúdo gratuito para traders de qualquer perfil. Deseja acompanhar mais da trajetória do nosso trader? Siga seu Instagram, Leonardo Werneck.

Nesse artigo, falamos sobre a trajetória de Leonardo Werneck, parceiro Nelogica e usuário fiel do Profit.

Para acompanhar essas e outras histórias de sucesso no mercado, veja agora mesmo a nossa série Traders de Alta Performance! Quem sabe você não é o próximo? Excelentes trades e até o próximo conteúdo!