View Blog 006
View Blog 006

Diário de um day trader: veja como é a rotina desses investidores

Todos que começam a operar na bolsa de valores querem buscar o sucesso nas suas operações, obtendo altos ganhos. Isso é um fato! O primeiro passo para você chegar onde deseja, é criar uma rotina e definir suas próprias estratégias.

E foi pensando nisso que decidimos escrever sobre como é geralmente o dia a dia de um day trader de sucesso, desde suas funções básicas até como eles lidam com o processo da tomada de decisões. Tudo para você saber se está seguindo o caminho certo, ou quais os pontos fundamentais que ainda precisam de mudanças. Confere!

A importância da rotina de um day trader

Todos os dias, você acorda com antecedência, depois de uma boa noite de sono, e vai para sua plataforma de negociação. Analisa a situação do mercado financeiro, o fechamento do mercado asiático, as notícias mais importantes do dia e projeta suas atividades. Em seguida, verifica os ativos que apresentaram alta e baixa, além de definir seu plano de ação.

Por manter seus papéis por um curto período de tempo, abrindo e fechando posições no mesmo dia, suas estratégias são todas muito bem estudadas, e você levou um bom tempo se preparando em uma conta de simulação antes de ir para uma conta real. Você se identifica pouco com essa narração? Há algumas divergências? Então, esse artigo é para você!

Identifique os erros

Os filmes e séries que retratam o ambiente do mercado financeiro geralmente passam o perfil de profissionais com um alto padrão, e um êxtase de estilo de vida que provavelmente te arrebata na hora. Isso porque esse meio é retratado com toda emoção à flor da pele e ânimo que o mercado têm na sua essência.

A palavra que resume as atividades diárias desse profissional pode ser sim “emocionante”; e ter um estilo de vida de causar inveja. Mas isso não significa que suas ações não foram bem pensadas e são resultado de anos de estudo. Na realidade, elas são muito bem planejadas para garantir o máximo retorno.

Sabe aquela história que muitos comentam, que quase ninguém consegue viver somente do mercado? Esse quase é realmente bem pouco; de 5 a 10% dos traders, obtém lucro ao longo do tempo. Agora, o que esse grande grupo de aproximadamente 90% de investidores e traders que falham e acumulam prejuízos, têm em comum? Falta de estudo, preparação, disciplina e controle emocional.

O erro fundamental dessas pessoas está em subestimar o mercado e mesmo assim, depositar a culpa nele. Não é o mercado o vilão da história; ele pode ser seu grande aliado. Você que não soube entender sua dinâmica!

Lembre-se que anos de preparação, estudo e a criação de uma rotina é fundamental. Afinal, essa é uma profissão como outra qualquer, que você dedica anos para exercê-la.

Entendeu porque esses profissionais precisam de uma rotina e segui-la com disciplina? Agora eu vou te contar cada passo que eles dão, desde o momento que acordam até quando encerram o dia. Porque você também pode atingir o sucesso nesse meio. Confere! 

Início do trabalho

O primeiro passo é a definição de um horário determinado para fazer suas operações. Essa determinação depende da disponibilidade que o trader tem durante o dia. Porém, com suas estratégias já definidas, é preciso observar as diferenças de liquidez em determinados momentos e escolher qual você considera melhor para entrar no jogo.

Essa necessidade fica muito mais evidente para quem atua com posicionamentos mais curtos. Isso porque o ideal não é realizar diversas operações que te levem ao resultado esperado, e sim, operar poucas vezes ao dia, sabendo escolher as operações certas.

Se você não entende muito bem como os diferentes horários do pregão interferem nas suas operações e ainda não sabe o seu melhor momento para operar, confira o artigo Descubra qual o horário da bolsa de valores é o melhor para operar.

Enfim, mesmo que seu momento ideal para entrar na mesa não seja logo no começo do pregão, tenha o hábito de acordar cedo – depois de uma noite bem dormida, claro -. Essa é a primeira atitude essencial para quem deseja alcançar o sucesso. A partir disso a rotina começa.

Acompanhar as notícias com possibilidade de causar alguma volatilidade ao mercado naquele dia e avaliar se algum dado ou indicador econômico será revelado.

Há também a necessidade de fazer algum exercício físico pela manhã. Mais do que um hábito que melhora seu físico, otimiza seu mental, ajudando nos momentos que os traders estão na mesa de operação. Afinal, lembre do que foi dito no começo do artigo: um dos maiores erros que os traders cometem é não controlar o emocional.

Preparação

Aqui é a programação do que será feito durante as operações.

Todo trader que começa a operar no mercado com sua conta real, já sabe qual análise melhor se ajusta às suas estratégias e que indicadores melhor às complementam.

A próxima etapa é determinar os ativos que serão acompanhados, os preços dos papéis operados, bem como a avaliação e marcação dos pontos mais importantes do dia. Eles repensam toda sua estratégia e, se possuem problemas, criam um plano de ação para solucioná-los.

Ou seja, resolver os problemas – ou possíveis problemas – antes de sentar e começar a operar, é fundamental.

Por fim, analisou o calendário econômico e identificou um grande evento, ou dado para ser revelado em determinado horário? Veja se você pretende operar no momento, apostando em determinado resultado ou se vai cancelar sua posição, e em quanto tempo antes.

Hora de operar

Esse é o momento de direcionar toda sua atenção ao mercado.

Entrar em uma operação envolve tudo que você aprendeu até hoje sobre riscos x retorno, a necessidade de fazer a escolha certa sem hesitar, e o medo de fazer escolhas que vão à contramão do seu capital.

Assim, desistir de uma operação mexe mais do que deveria com a sua cabeça. E você sabe disso. Você provavelmente se sente sem o controle da situação, culpado e querendo excessivamente mais, a famosa ganância.

O trader de sucesso já aprendeu que a volatilidade do mercado balança com o seu emocional. E sabe lidar com essas armadilhas.A auto confiança bem trabalhada, por exemplo, ajuda a fazer o que precisa ser feito, sem hesitação. Mas claro, nem o melhor dos traders sabem tudo. Eles podem sempre melhorar suas técnicas e forma como se comportam no mercado.

Contudo, como tomar decisões realmente eficazes durante as operações? Essa questão dependerá de três fatores:

Técnica utilizada

Os traders podem ser classificados de maneiras diversas. Pode depender desde o tempo em que permanecem em uma posição até o método que utilizam. Cada um deles segue um viés específico, com suas próprias crenças.

O analista técnico, por exemplo, tem a visão do mercado através do gráfico. Se for um day trader, provavelmente usa uma periodicidade menor no gráfico, como as de 5, 10 e 15 minutos. Já se for um swing trader, por exemplo, essa periodicidade já aumenta.

Um leitor de fluxo, por sua vez, pode analisar de uma maneira diferenciada, se preocupando em perceber onde estão os grandes players do mercado a fim de ler suas ações.

O ativo a ser operado

Sim, o mercado à vista  – o de ações – é o mais conhecido, mas há tantas outras opções! Por exemplo, se você não tem uma quantia tão grande para colocar no mercado, consequentemente sua margem de garantia não será tão alta. Dessa maneira, operar índice futuro ou o dólar futuro pode ser uma ótima escolha, já que sua alavancagem é baixa.

O melhor é escolher um ativo que você possa operar, se sente confortável em operar e que às técnicas que você domina possam ser usadas.

Mercado futuro, de opções, blue chips, small caps, não importa! Escolha o que operar e assuma o controle das suas operações.

Momento da operação

Esse aspecto está relacionado a vários fatores, como pontos e preços do ativo no momento, volatilidade, se existe alguma notícia importante no período de operação, entre outros. Observe que essa questão está diretamente ligada à estratégia utilizada no dia. Ela também promove o refinamento da técnica.

Mantenha uma estratégia simples e cuja metodologia se adapte à realidade. Assim são evitados os erros operacionais e se tem clareza do que fazer em cada situação.

Lembre-se de que altos e baixos sempre ocorrerão. É como um lutador de boxe: ele leva golpes, mas cada um deles o ajuda a melhorar e se tornar um campeão. Por isso as perdas são inevitáveis, mas seu foco deve estar em o que falta para atingir a alta performance.

Lembre que mercado de ações não é um jogo de aposta. Você deve sempre trabalhar com a probabilidade a seu favor.

Término do trabalho

O trader de alta performance sabe que não precisa encerrar sua atividade somente quando o pregão for encerrado. O ideal é um gerenciamento de risco que inclua limites de perdas e ganhos. Isso quer dizer que suas operações são encerradas assim que a meta do dia for atingida, ou que chegar no seu limite de prejuízo.

O lema de quem opera e têm experiência há bastante tempo, sempre é “menos é mais”. Inclusive, se as perdas no dia estão frequentes, eles sabem que algo está errado e que o melhor é deixar para se posicionar em outro dia.

Depois que tudo for encerrado, aproveite para estudar o mercado e analisar as estratégias certas e erradas. Dê uma última olhada na plataforma para verificar se há algo em aberto.

Tenha em mente que a revisão de acertos e erros, o resultado alcançado no dia, as operações executadas e as anotações feitas são essenciais para aprimorar seu trabalho.

Nenhum bom day trader consegue uma curva exponencial de aprendizado e obtém um desempenho consistente se, no final no dia, não faz uma autoavaliação completa de todas suas ações, mesmo que não tenha tido prejuízos.

O day trader de sucesso…

    • Tem uma postura profissional, como se estivesse em uma empresa;
    • Têm o autoconhecimento necessário para identificar os motivos que levam àqueles momentos típicos de procrastinação;
    • Mantém o foco durante a preparação e durante suas operações;
    • É produtivo, e sabe que sua curva de aprendizado não pode ser linear;
    • Busca o controle emocional;
  • Não exita na hora de tomar uma decisão… Os ativos são analisados, você compra uns e vende outros.

O auxílio da tecnologia

O trader de hoje tem algo importante que aqueles que trabalhavam no pregão viva voz não tinham: a tecnologia auxiliando a todo momento.

Hoje, os requisitos mínimos para o trabalho de um trader são:

    • Ter uma rede de internet estável;
    • Abrir conta em uma boa corretora e contratar uma boa plataforma de negociação;
  • Usar as ferramentas e recursos disponíveis que você encontra na plataforma profissional. São elas que vão te ajudar a otimizar seu trade.

Em relação à plataforma, ela deve oferecer recursos ágeis, contar com um bom fluxo de dados e ter todos os recursos necessários à sua rotina. Por exemplo: se você lê fluxos de ordens, a ferramenta deve ter times and trades, book de ofertas e volume at price.

Por sua vez, se o seu foco é ser um analista técnico, o ideal é contar com gráficos consistentes — temporais e atemporais —, que possibilitam realizar estudos e avaliações mais eficientes.

Ficou evidente que a rotina de um day trader é bastante puxada e requer muito foco e atenção? Quando não estiver operando, seu tempo deve estar voltado em alcançar o máximo de eficiência e disciplina. Aproveite e conte com os recursos tecnológicos, porque essas ferramentas auxiliarão a ter resultados mais positivos.

Agora que você já sabe como ser um day trader de sucesso, que tal ver outras dicas relevantes? Assine a nossa newsletter e receba os conteúdos diretamente no seu e-mail!