Blog 25.08
Blog 25.08

Dicas para operar Price Action

por Caio Sasaki

Presente desde o século XVIII, o Price Action é ainda amplamente utilizado, o que não significa que seja para qualquer um… Aprenda aqui as dicas mais valiosas da internet para aprender a ler gráficos com Price Action! 

Neste artigo você vai encontrar: 

  • O que é Price Action uma explicação didática para não restarem dúvidas;
  • Vantagens e desvantagens do Price Action o que você deve colocar na balança antes de operar;
  • As melhores dicas para aprender a operar Price Action o que ninguém contará para você;
  • Uma oportunidade única para quem quer aprender Price Action com seriedade   e com quem entende do assunto.

Boa leitura!

O que é Price Action?

Price Action não é nada mais do que uma técnica baseada na ação do preço (essa é inclusive a tradução do inglês). Para entender corretamente essa técnica, você precisa saber o que exatamente é o preço.

Imagine uma feira, dessas que vendem hortifrutis. Você é um comerciante que vende tomates. Ao montar sua barraquinha e anunciar o preço do quilograma de tomate, os clientes que chegam até você tentam pechinchar um pouco. Se quiser vender, você vai ter que baixar o preço.

Você o abaixa e começa a vender bem. Com isso, uma fila vai se formando em frente à sua barraquinha e você ganha confiança para aumentar o preço do kg. Isso faz você perder alguns clientes, que são conquistados por outras barraquinhas – mas tudo bem, afinal você está vendendo menos, porém por um preço melhor. Dessa forma, você vai regulando o preço baseado no que os seus possíveis clientes decidem.

price action

Perceba que a variação do preço depende de vários fatores, mas todos eles derivam de um ponto em comum: a decisão humana.

Na bolsa de valores não é diferente!

O preço do mercado varia de acordo com as decisões das pessoas que estão negociando. Claro, indivíduos sozinhos não causam praticamente nenhuma diferença nos preços, mas aqueles que detêm grandes fortunas, os chamados “grandes players” (ou tubarões), estes, sim, impactam o mercado.

Esses impactos são as variações do preço, que ficam registradas nos gráficos em forma de candles. A análise dos candles permite ao trader deduzir alguns padrões de repetição e, portanto, ter uma ideia do que pode acontecer quando esses padrões aparecerem novamente.

Ora, isso é justamente do que trata o Price Action: operar tendo como base o movimento, a ação do preço. Para isso, fazemos uso de padrões gráficos e figuras de candle.

Essa técnica nasceu junto do gráfico de candlestick, no século XVIII, e desde então vem sendo aperfeiçoada. Que tal entrarmos em mais detalhes e falarmos um pouco sobre as principais vantagens e desvantagens dela?

Vantagens e desvantagens do Price Action

price action pesos

Price Action — coloque tudo na balança.

Como toda estratégia, o Price Action apresenta pontos positivos e negativos. Antes de decidir seguir à risca uma técnica de análise, é preciso ponderar e decidir se, na sua visão, as vantagens se sobrepõem às desvantagens. Os tópicos a seguir servem para te auxiliar nessa decisão. 

Ficar bom em Price Action leva tempo

Devido à complexidade intrínseca ao mercado, os iniciantes no Price Action demoram para pegar o jeito da técnica, pois insistem em simplesmente decorar e identificar padrões, sem buscar compreender o que há “por trás” do gráfico. 

Quando eles percebem que não se trata de um jogo da memória, mas muito mais de um jogo de xadrez, onde as opções de jogadas são infinitas, mas de certa forma previsíveis e replicáveis, é que eles começam a dominar mesmo o Price Action

Além disso, até mesmo para identificar os padrões gráficos com facilidade o trader precisa de um bom tempo de tela. Há quem possui a habilidade visual de reconhecer padrões: estes têm sorte e já saem na frente. Já para aqueles que não nasceram virados para a lua, será necessário muito treino.

O Price Action é um canivete suíço

Por outro lado, uma vez que você ficou bom em Price Action, você possui nas mãos uma ferramenta que serve para praticamente tudo. Qualquer ativo, qualquer mercado, qualquer timeframe… enfim, com uma excelente base de Price Action, você consegue se virar em qualquer lugar que tenha liquidez, movimentação e lei de mercado

Começar no Price Action é como tirar as rodinhas

Como a maioria dos iniciantes no trading começa logo pela parte de indicadores (Análise Técnica), a impressão que fica é de que não existe trading sem eles. Porém, o Price Action, em si, não depende de nenhum indicador. O mais comum, portanto, é não usá-los ou utilizar somente o volume (a propósito, volume é um indicador sempre muito útil, pois onde há volume, há relevância).

Por isso, logo que você começar a estudar essa técnica, pode haver um desconforto, uma insegurança, até que você se acostume e ganhe confiança com o gráfico mais “limpo”.

Não é muito diferente de quando éramos crianças e estávamos aprendendo a andar de bicicleta sem rodinhas. A gente as achava indispensáveis, tínhamos medo de cair sem elas. Até que as removemos e, de fato, caímos, mas levantamos e continuamos até aprender a não depender mais delas. 

Fique tranquilo, vai chegar o dia em que, após bastante persistência, estudo e prática, você estará andando sobre uma só roda.

Topos e fundos

Algo conhecido por todos, até por quem sequer opera, é que no topo a gente vende e no fundo a gente compra. “E como saber quando há um topo ou um fundo?”, você me pergunta. Bem, “estude Price Action”, eu te respondo.

Mas vale ressaltar que existem outras formas de precificar um ativo, especialmente uma ação e não parte do preço como “matéria prima” da análise. Esse é o caso da Análise Fundamentalista, que se baseia no balanço da empresa, sua qualidade de gestão e em pontos macroeconômicos. Assim, se chega a um “preço justo” para o ativo, que pode estar acima ou abaixo do que está sendo negociado.

Entretanto, quero que você entenda que outras “escolas” de análise podem complementar o Price Action, em vez de confrontá-lo. Então, cabe a você, trader, casar os dois métodos de maneira eficiente.

Agora, anote algumas dicas que eu tenho para te passar.

Dicas para operar Price Action

Como você viu, pode ser complicado iniciar a operar utilizando Price Action. Quem sabe você até já não tentou algumas operações, mas não obteve resultados muito favoráveis. Talvez seja esse o motivo de você estar aqui… Sorte sua encontrar este post, pois as dicas que vou te dar podem realmente te ajudar a pegar o jeito no Price Action. Sem mais delongas, bora conferir algumas recomendações!

Tempo de tela

Não há melhor forma de compreender a ação do preço do que observando muitos e muitos gráficos. Esse deve se tornar um hábito se você quer aprender a operar Price Action. Afinal, a técnica é 100% voltada para a movimentação do mercado, então é impossível ficar bom sem acompanhar essa movimentação por muito tempo.

Além disso, simular suas operações enquanto tenta entender a ação do preço é um complemento muito enriquecedor, além de insubstituível, pois somente a prática tem o poder de confrontar ideias erradas e consolidar os entendimentos certos.

Use e abuse dos simuladores

Recomendo que, de início, você teste seu conhecimento num simulador. Isso te dará muita experiência e trará solidez ao seu estudo. Mas não opere só por operar, de forma quase passiva.

A cada ordem, anote algumas considerações, principalmente quando falhar.  Busque entender por que você falhou, o que você deixou de observar etc. Todas essas pequenas atitudes (nenhum pouco fáceis, eu diria) podem te fazer crescer tecnicamente de modo absurdo. 

Os simuladores estão aí, use e abuse deles.

Observe os candles por trás das cortinas

Cada candle é uma grande disputa entre dois lados: um quer que o preço suba (compradores), o outro, que ele desça (vendedores). São seres humanos, traders negociando o tempo todo. 

Os candles não são simplesmente representações de um preço que se movimenta aleatoriamente: eles indicam decisões sendo tomadas a cada segundo. Essas decisões podem se repetir algumas vezes durante o dia, formando padrões possíveis de se identificar.

Conheça os principais padrões de candles e, ao mesmo tempo, compreenda o que eles significam. Tenha sempre em mente que o que está acontecendo é uma batalha, mas você só vê a superfície dela. 

Tentar compreender um candle é como ler um livro de história: você entende como as batalhas ocorreram, aprende sobre as reviravoltas, sobre as conquistas e como tudo isso determinou acontecimentos futuros. 

Sem compreender essa guerra que acontece atrás das cortinas, você será sempre um coadjuvante, alguém que não tomou as rédeas das próprias operações e não é capaz de tomar decisões por conta própria. 

Se quiser ter algum sucesso dentro do trading, busque ser o ator principal das suas operações. 

Como você faz isso? 

Muito estudo e muita prática, sem fórmula mágica.

Concluindo sobre Price Action

Price Action é uma técnica razoavelmente antiga e talvez a mais amplamente utilizada dentro da análise gráfica. Mas não é por ser comum que ela é fácil.

Para ficar bom em Price Action, bom mesmo, é preciso 

  • Estudar muito
  • Praticar muito
  • Repetir isso… muito!

Não vou mentir para você: é um caminho um pouco longo, com grandes chances de ocorrerem muitos erros feios.

Tem quem diga que é com os erros que nós aprendemos… Eu discordo! Na minha opinião, nós aprendemos com a solução dos erros. Além disso, nenhum de nós viverá o suficiente para aprender com todos os erros do mundo, por isso, busque aprender com os erros dos outros.

É justamente por isso que no Portal do Trader lançamos um curso gratuito de Price Action, para que pessoas como você, que querem utilizar o Price Action para terem lucros consistentes, deixem de perder tempo desnecessário e aprendam com quem entende do assunto. 

O professor Edu Becker, trader desde 2005, já passou por tudo que você pode imaginar dentro do mercado, de modo que, após tantos erros e acertos, hoje ele é um dos maiores especialistas em Price Action do Brasil e agora você tem a chance de aprender com ele

Clique no link abaixo e comece a aprender sobre Price Action sem pagar nada! Curso Gratuito de Price Action.

Espero que você tenha gostado do conteúdo. Espero você lá no Portal! 

Lembre-se: as melhores ferramentas para analisar e operar no mercado financeiro você encontra no Profit. Conheça e faça agora um teste gratuito!