View Blog 015
View Blog 015

O que fazer para otimizar os resultados das operações no mercado financeiro?

Você atua como day trader? Se sua resposta for positiva, é provável que uma das principais dúvidas que você tem é: “de que modo otimizar resultados de operações no mercado financeiro”? Afinal, nesse tipo de transação é preciso obter ganhos diariamente e estabelecer uma meta de perdas para evitar prejuízos elevados.

Nesse cenário, é preciso conhecer várias dicas práticas que ajudam a alcançar o seu objetivo. Esse é o assunto de que trataremos neste post. A partir de agora, você entenderá melhor como obter melhores resultados e os aspectos que interferem nos seus ganhos e perdas. Então, que tal saber mais?

Quais práticas podem otimizar resultados de operações no mercado financeiro

A atuação como day trader leva o investidor a outro patamar. Diferentemente daqueles que realizam transações de médio ou longo prazo, o propósito nesse caso é ter ganhos consecutivos, que aproveitam as flutuações existentes no mercado de ações. Por isso, adotar as melhores práticas é fundamental para otimizar os resultados alcançados.

Perceba, portanto, que a finalidade é ter reconhecimento de que seus ganhos são consistentes. Na prática, isso significa ganhar mais que perder com o passar dos dias. Assim, é impossível consolidar-se como day trader se você tem um lucro alto em um dia e um prejuízo elevado no outro. O intuito é que a soma das operações seja positiva.

Como conseguir isso? O ideal é adotar as mesmas atitudes que são eficientes com um lote de negociação maior. Esse é o número mínimo transacionável do ativo. Por exemplo: na Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo (BM&FBovespa), a quantidade mais baixa é referente a 100 ações.

Essa regra é aplicada com todos os outros mercados, sempre considerando suas diretrizes. No caso do trader, em vez de adquirir 100 ações, ele pode comprar 200. Seguindo essa metodologia com uma aposta maior, consegue-se ganhar dinheiro na bolsa. Porém, é preciso ter cuidado.

É necessário observar que o procedimento deve ser meritocrático e considerar resultados positivos, avaliação crítica, aumento gradativo do lote e nova avaliação dos ganhos. Caso contrário, o trader tende a correr seu patrimônio.

Como a tecnologia pode melhorar os resultados

As ferramentas operacionais são indispensáveis nesse processo. Elas ajudam a manter a solidez das transações, avaliar o que deu certo e errado e fazer simulações que permitirão ao investidor saber quando deve agir. Ao mesmo tempo, esse recurso precisa trazer dados atualizados e em tempo real para um bom estudo do mercado.

Essas são as prerrogativas essenciais para que a tecnologia efetivamente ajude a aprimorar os resultados. Por meio do relatório de performance, por exemplo, o trader consegue avaliar como foi seu desempenho — quantos dias ganhou, quantos perdeu, quais foram as médias de lucro e prejuízo, drawdown máximo, saldo por período etc.

A análise crítica desses dados permite ao trader concluir qual é o momento certo de continuar e aumentar o lote e saber quando deve permanecer como está ou até mesmo reduzir o total de ativos adquirido.

Como ser mais consistente nas operações 

O trader precisa buscar solidez em sete parâmetros específicos:

  • hit rate;

  • relação risco/recompensa (RRR);

  • custo de operação;

  • fator oportunidade;

  • capital inicial;

  • position sizing;

  • fator ociosidade do capital.

Por isso, precisa contar com uma ferramenta ofereça a possibilidade de fazer simulações. Depois do teste com essas grandezas, chega o momento de otimizar o sistema e analisar seu desempenho. A ideia é alterar todos os parâmetros para alcançar resultados mais significativos.

De modo geral, esses elementos podem ser divididos em dois grupos:

  • hit rate, RRR, custo de operação e fator oportunidade;

  • capital inicial, position sizing e fator ociosidade do capital.

O primeiro grupo é relativo à expectativa — o que se espera ganhar com o capital empregado. Ele mostra a eficácia do sistema e sua análise é bastante útil.

Já o segundo é o controle de risco e refere-se à quantidade e à distribuição dos valores. Esse é o aspecto que permitirá ao trader manipular a operação, pois ele pode usar a estratégia de saída — como trailing stop ou stop gain — e o nível de exposição ao risco — position sizing.

É preciso cuidar para evitar uma programação errada do sistema. Sempre utilize uma boa base de dados, pois ela é essencial para a veracidade do resultado. Também é preciso ter cuidado com o overfitting, prática que significa o excesso de otimização de um trade system.

Em outras palavras, o overfitting acontece quando o trader simula condições muito específicas, que dificilmente são replicadas no futuro. O resultado dessa situação são resultados ineficientes e inconsistentes. Portanto, evite essa situação. O ideal é ter uma grande amostra de resultados e aceitar o comportamento variável do mercado.

Soluções que garantem o aumento de lotes de investimentos

A pessoa que começa a investir opta por uma modalidade de operação. O day trader prefere por operações de curtíssimo prazo e trabalha durante todo o pregão para obter ganhos rápidos que, somados, geram uma remuneração significativa ao final do mês.

Por sua característica, esse trader geralmente trabalha com o lote mínimo e repete a operação várias vezes ao dia. Em alguns casos, pode faltar dinheiro. Em outros, há problemas com o livro de ofertas, que nem sempre tem diversas ordens em aberto.

Para solucionar esse problema, o day trader pode atuar com o swing trade, modificando um pouco seu modo de operação. Essa alternativa é de curto prazo, com duração de dois a dez dias. O retorno esperado por operação é de 2 a 10%, maior que a do day trade, que rende menos de 1% por durar alguns minutos ou poucas horas.

Por sua vez, se as oportunidades são bastante seguras e rentáveis, o position trade pode ser outra opção. O day trader tende a evitar essa opção, pois ela dura meses e até anos, mas o rendimento esperado é de mais de 20%. 

Assim, modificar temporariamente o comportamento pode ser uma solução fácil para aumentar o lote de investimentos e ter um retorno melhor, inclusive em curto prazo.

Como obter mais confiança nas operações

O trader precisa saber o que está fazendo e confiar nas decisões que toma. Ainda assim, a falta de firmeza é comum. Ela é derivada de três fatores.

Ausência de método 

A inexistência de uma abordagem específica acontece por falta de estudo. É preciso atualizar-se continuamente sobre o assunto até encontrar o modelo mais viável para o trader. O processo de conhecimento, porém, pode demorar, dependendo da curva de aprendizado de cada indivíduo.

Nesse período, aproveite para buscar informações e testá-las em ferramentas apropriadas, como o simulador e o replay. Avalie sua adaptação e evite focar apenas uma técnica, já que isso pode atrasar a retenção de conhecimento.

Medo de exposição ao risco

Sua tradução é o receio de errar. O day trader está sujeito a esse cenário continuamente e só melhora seu desempenho a partir da prática diária. Perceba que inexistem garantias. O que você pode fazer é dimensionar o tamanho das ameaças que corre ao realizar determinada transação.

Tamanho financeiro de lote desajustado

Esse aspecto se refere à alavancagem muito alta. Quando esse é o cenário para o trader, ele usa toda a margem que possui em conta. Em caso de perda, seu psicológico é bastante afetado. Por isso, o recomendado é diminuir o lote ao máximo e testar o mercado aos poucos para ganhar confiança e consolidar as operações.

Como você pôde perceber, otimizar resultados de operações no mercado financeiro é uma atitude que requer atenção a alguns detalhes. É preciso contar com as ferramentas operacionais, aumentar seu lote de investimentos e agir com confiança.

Você já age dessa forma? Aproveite para ver outras dicas relevantes para as suas operações do mercado financeiro seguindo as nossas páginas no Facebook, no LinkedIn e no Twitter!