Lay Blog 004 3 1
Lay Blog 004 3 1

Offset: evite o “pulo do stop” com essa estratégia simples!

Saiba como usar uma importante ferramenta para sua gestão de risco nas operações de mercado

Que trader nunca passou aquele aperto com o clássico “pulo” do stop? Aquela operação que tinha tudo pra dar certo mas reverteu no último segundo e te deixou no prejuízo. E o que é pior, o prejuízo foi além da perda que você calculou. Afinal, o preço disparou ou despencou e não “pegou” a ordem posicionada.

Ou ainda, aquele ponto de entrada que você deixou programado para uma operação vencedora, mas, quando percebeu, o candle passou reto e deixou sua ordem pendurada no gráfico. Eu sei, eu sei, todos nós passamos por isso. No entanto, você pode minimizar esse efeito e garantir mais segurança nas operações e precisão para o seu gerenciamento de risco.

Estamos falando do chamado “Offset”, também conhecido como margem de stop ou margem de execução da ordem de disparo. Neste post vamos ensinar como tirar melhor proveito dessa configuração, ainda desconhecida ou pouco utilizada por muitos investidores e traders.

O conceito de Stop

Se você é trader, já deve ter  procurado informações a respeito de operações de renda variável e, provalmente,  ouviu falar sobre o stop ao menos uma vez. É comum encontrar muitas informações tratando do tema como stop loss ou stop de segurança, mas, na prática, o conceito é um pouco mais amplo.

Sempre que você quiser realizar uma operação de compra ou venda de alguma ação que não seja “a mercado” (o melhor preço ofertado no momento), você pode utilizar uma ordem stop ou start. Também chamadas de ordem de disparo ou gatilho, essas ações determinam o momento em que uma ordem de compra ou venda será enviada à corretora.

É quando você define o momento de entrada, saída, ampliação ou redução de uma operação, definindo o preço que a sua ordem será disparada.

Se faz necessário, no entanto, diferenciarmos stop do chamado preço limite, definição que se aproxima muito do conceito que vamos abordar. No entanto, existe uma diferença: no preço limite, você envia à corretora – junto à ordem stop – a informação sobre o preço máximo (ou mínimo) em que aceita executar a ordem enviada.

Utilize o stop nas seguintes situações:

Stop de compra: Você pode utilizá-lo para abrir uma operação de compra, aumentar uma posição comprada, diminuir uma posição vendida ou encerrar uma operação de venda.

Stop de venda: Você utiliza esse stop para fechar uma operação de compra, aumentar uma posição vendida, diminuir uma posição comprada, ou encerrar uma posição de compra.

*Importante: eventualmente, são chamados de stop gain ordens usadas para se encerrar uma operação vencedora que gerou lucro. Nesse caso, não se trata de uma ordem start, mas sim uma ordem limite (vai para o book de ofertas). Para ordens que fecham posições perdedoras, também conhecidas como stop loss, aí sempre serão do tipo start (também conhecida com ordem gatilho).

É você quem determina o limite dessas ordens (e, às vezes, a própria corretora, caso o seu limite de perdas tenha excedido suas garantias em operações alavancadas).

Ordem OCO: OCO é a sigla de One-Cancels-the-Other Order, ou “Uma Cancela a Outra Ordem”, em bom português. Trata-se de uma ordem que, quando executada, lança duas outras ordens, uma stop loss, e outra stop gain. Quando uma das duas é atingida, a outra é cancelada imediatamente. É quase uma operação automatizada, onde você define de forma simultânea seus alvos com limite de perda e de ganho.

Ainda ficou com dúvida sobre o conceito de stop? Então assista este vídeo que a gente conta todos os detalhes pra você:

Entendendo envio de ordens e o conceito de liquidez

Se você acompanha o mercado pelo Book de Ofertas, Super Dom, Netrix, ou até mesmo opera Tape Reading, está acostumado a ver uma série de preços, lotes e ordens de compradores e vendedores sendo executadas a todo instante.

É nessas horas que você pode acompanhar liquidez do mercado. A mesma é definida pela quantidade de compradores e vendedores em um determinado ativo de acordo com os preços ofertados. Ao lançar uma ordem sem margem, você está dizendo tanto para a plataforma quanto para a corretora que só aceita vender (ou comprar) “na pedra”, ou seja, no valor exato escolhido (também conhecido como ordem limite).

Quando você opta por essa estratégia, a chance de ter a ordem “pulada” é muito grande, uma vez que a busca pelo melhor valor para executar os lotes ofertados faz com que a “fila” de preços ande, ou seja, os valores próximos podem ser executados sem que o valor exato que você escolheu seja liquidado. E nesse cabo de guerra de compradores e vendedores não existe ordem de chegada, a execução é determinada pela facilidade de encontrar o melhor preço.

Definição de Offset

Nesse contexto percebemos a importância do offset: uma ferramenta que cria uma margem de preços na qual você aceita que suas ordens sejam abertas. Ao dizer para a corretora e para a Bolsa de Valores que você aceita comprar ou vender em uma determinada faixa de preços, a chance de que ela seja executada mais cedo é muito maior.

Você pode configurar o offset em qualquer ordem do tipo disparo/gatilho: caso esteja enviando uma ordem do tipo stop loss para fechar ou uma ordem start para abrir uma posição, é possível configurar uma margem de segurança.

Simplificando

Vamos supor que você está comprado no mini índice em uma operação intraday com 5 contratos, em 105.500, e colocou uma ordem stop loss em 105.200, com offset de 50 ticks, ou 250 pontos (vamos falar sobre isso mais adiante). O preço por sua vez bate 105.200, a ordem é disparada e não encontra compradores. Chega aos 105.150 e ainda não liquidou totalmente os lotes. Quando chega em 105.120, os 5 contratos são liquidados.

Ou seja, ao definir o offset em 250 pontos, você está dizendo à corretora que aceita ter sua ordem stop loss executada ENTRE 105.200 e 104.950 (margem do offset), e não EXATAMENTE 250 pontos abaixo da ordem original. Isso faz com que a chance de “pular” o stop seja muito pequena. Caso você posicione a ordem somente “na pedra”, ela não seria executada e o seu prejuízo seria muito maior do que o planejado.

Como você calcula o tamanho do Offset?

Conforme citado anteriormente, o offset é uma margem pré-definida para execução de ordens do tipo stop. O cálculo dessa margem pode ser feito utilizando-se tanto do conceito de tick (quando definido automaticamente) ou pontos (quando definido manualmente) no mercado futuro. No mercado à vista, ainda que em operações intraday, o offset é definido em centavos.
Para entender melhor a medida em ticks, preparamos uma tabela de conversão simples:

tabela tick

Ou seja, ao configurar uma margem de 10 ticks para o stop, por exemplo, nossa margem é de 50 pontos para o Mini Índice, 5 pontos para o Mini Dólar e R$ 0,10 para um papel no mercado à vista, seja para day-trade ou swing trade.

Como configurar o offset no Profit

Configurar a sua margem de operação é muito simples. A funcionalidade está disponível em todas as versões do Profit, e você pode configurar de três maneiras:

1) Pelo Editor de Estratégias de Roteamento (modo automático)

Você pode acessar o “Editor”, tanto pelo Chart Trading quanto pelo menu “Roteamento”. Uma vez aberto o editor, basta criar uma nova estratégia, definir a ordem ou as ordens stop – do tipo loss, gain, ou OCO – e escolher o tamanho do offset (em ticks). Desta maneira, a margem será determinada automaticamente toda a vez que uma ordem for aberta utilizando essa estratégia.

Offset: evite pulo do stop 01    Offset: evite pulo do stop 03

Mas, lembre-se: independente de optar pelo preço da ordem stop em ticks, financeiro, ou percentual, o offset será sempre marcado em ticks no Editor de Estratégias de Roteamento.

2) Diretamente pelo Chart Trading (modo manual)

A segunda possibilidade é configurar o offset diretamente na aba lateral do Chart Trading. Basta definir a quantidade de contratos, o valor da ordem e escolher a margem desejada. Ela será calculada em pontos, para o mercado futuro, ou centavos para o mercado à vista.

3) Abrindo uma ordem a mercado ou stop de compra e venda via Chart Trading (modo misto)

Ao operar no gráfico, é possível ainda trabalhar com uma estratégia mista. Caso você posicione manualmente a ordem de abertura da posição via Chart Trading (desde que não executada a mercado), poderá definir na aba lateral o tamanho do offset (em pontos ou centavos). Uma vez aberta, as demais ordens predefinidas da estratégia (stop loss e/ou gain) irão obedecer a margem estipulada no Editor de Estratégias de Roteamento.

Offset: evite pulo do stop 03 Offset: evite pulo do stop 04  Offset: evite pulo do stop 05

Como escolher o Offset mais adequado para a minha operação?

Para responder a essa pergunta, precisamos antes elencar as diversas situações em que o offset pode ser aplicado, pois cada caso pode exigir uma escolha de margem específica. Diferente do que muitos podem pensar, o offset não serve apenas para ordens do tipo stop loss. É possível aplicá-lo em diversas situações de acordo com a estratégia desejada. Vamos a elas:

Para encerrar uma operação de compra ou venda

Aqui temos um típico caso de stop loss (encerramento de uma operação perdedora) ou stop gain (encerramento de uma operação vencedora). Quando você opera comprado, a amplitude do stop de venda fica limitada a favor (gain) ou contra (loss) a sua posição. No caso do loss, é recomendável que você defina um offset mais longo, afinal, a intenção é evitar ao máximo o “pulo” da ordem.

Quanto mais volátil o mercado e menor o tempo da operação, maior a validade dessa afirmação. Ou seja, se você opera Índice Futuro no gráfico de 2 minutos fazendo um scalp, busca uma margem de grande amplitude. Assim, minimiza a chance de ser pego desprevenido pela alta volatilidade do cenário.

Para abrir uma posição de compra ou venda

Você também pode usar as ordens de disparo com offset para abrir operações tanto na ponta compradora quanto na ponta vendedora (também chamado de ordem start). Nesse caso, você vai preferir um offset mais curto, afinal está buscando o melhor preço/entrada da operação. Você não vai querer executar sua ordem 100 ou 200 pontos distante do ponto original escolhido. Além disso, seu capital não está em risco, apesar de ser decepcionante ver uma ordem ser “pulada” e atingir seu alvo em uma operação que seria vencedora.

Para aumentar ou diminuir uma posição na operação

Também é possível programar o offset para aumentar ou diminuir sua posição, para qualquer ativo, tanto no day-trade quanto no swing trade. Isso ocorre quando você “aumenta a mão” – acrescenta mais contratos – ou faz uma parcial (retira contratos em um ponto intermediário entre a entrada e o alvo final). Assim como no stop de abertura, recomendamos que você deixe uma margem pequena para o offset.

Comece a utilizar agora o Offset nas suas operações!

E então? Pronto para otimizar os seus trades e investimentos com o offset? Se você ainda não opera com uma plataforma profissional, faça um teste do ProfitPro. Certamente esta e outras possibilidades de configuração vão minimizar o pulo do stop e otimizar as suas operações no mercado financeiro.

Gostou do artigo? Deixe um comentário com a sua opinião e também uma sugestão sobre o que você quer ler por aqui. Até a próxima e bons trades!