capa RTD
capa RTD

RTD: Seus dados do Profit no Excel!

Provavelmente todo investidor já pensou, ou ainda vai pensar, em levar os dados do seu homebroker, ou plataforma de operações para o Excel. E é aí que vai atuar o RTD. Neste artigo, vamos entender tudo que você precisa para começar a usar esta poderosa ferramenta.

O Excel é uma ferramenta muito usada hoje em dia para todo tipo de análise de dados. Com sua forma de lidar com dados, tratando cada informação como uma célula, é possível realizar todo tipo de operação com praticamente qualquer tipo de dado.

Em 1987 a Microsoft criou o DDE (Dynamic Data Exchange) que possibilitaria ao usuário realizar o link entre os programas que suportassem a tecnologia e o Excel, abrindo uma nova gama de possibilidades para o mundo da analise de dados. Com a evolução do Excel possibilitando cada vez mais formas de analisar e operações possíveis com esses dados, era necessária também a atualização do método de importação. Essa necessidade de atualização da ferramenta resultou no RTD. 

Mas afinal, o que é o RTD

Entenda onde usa-lo

Diferenças: RTD x DDE

ATENÇÃO ao usar o RTD

Mão na massa

Mas afinal, o que é o RTD

Real-Time Data ou RTD, é uma tecnologia criada pela Microsoft em 2002 para substituir a tecnologia de mesma função DDE. E funciona recebendo dados de um programa, e atualizando os dados da sua tabela Excel em tempo real. E para os usuários mais experientes em Excel o RTD permitirá extrair o máximo de informação possível de um determinado banco de dados. Com isso, mantendo a tabela constantemente alimentada com a atualização em tempo real destes dados.

Entenda onde usa-lo

Agora que entendemos o que faz o RTD no geral, vamos trazer este conceito ao mercado financeiro com alguns exemplos. 

Caso 1 – Termômetro de Mercado 

Para operar no daytrade o usuário, geralmente, precisa que o ativo possua algumas características especificas. Dentre elas, podemos destacar as duas mais importantes liquidez e volatilidade. 

Uma liquidez elevada nos garante que conseguiremos entrar e sair das operações com determinada facilidade. E além da liquidez, volatilidade é o que nos dá a possibilidade de lucrar em nossos trades, pois precisamos que os preços dos ativos oscilem para realizarmos trades. 

Hoje existem várias formas de se escolher um ativo para realizar suas operações, porém é difícil monitorar todos ao mesmo tempo. E se pudéssemos criar uma ferramenta no Excel que nos marcasse qual ativo está com as maiores liquidez e volatilidade entre os que costumamos operar? Este seria o nosso “Termômetro de Mercado”. 

Para isso precisaríamos de algum conhecimento em Excel/VBA e um link RTD com o Profit, para alimentar a ferramenta que criamos. Então sempre que abrirmos essa planilha, saberemos dentre os ativos que operamos com mais frequência, qual deles está com a maior volatilidade. Criando assim melhores oportunidades para trades. 

Caso 2 – Estudos Quantitativos 

As ferramentas de análise de mercado estão cada vez mais poderosas. Porém, ainda assim alguns usuários mais experientes podem sentir falta de algum tipo de estudo mais especifico. 

Para este tipo de usuário o RTD vai proporcionar a criação de novos estudos no Excel de forma praticamente ilimitada. Pois estaria limitado apenas por todo universo de operações e interações possíveis no Excel. 

O usuário em questão criaria sua análise no Excel e forneceria os dados necessários via exportação RTD. E com isso, podendo controlar inclusive a taxa de atualização destas informações.

Com estes exemplos estamos entendendo o funcionamento do RTD, mas é importante saber também o porque de usar RTD e não DDE.

Diferenças: RTD x DDE 

RTD 

  • Não possui limitações no número de ativos desejados; 
  • Não possui limitações no número de colunas desejadas; 
  • Exclusivo para Excel; 
  • Necessita que a versão do Excel seja 2003 ou acima;
  • Possibilidade de alterar velocidade de atualização dos dados ;

DDE 

  • Limitação de número de ativos para exportação; 
  • Funciona no Excel ou no Libre Office; 
  • Não é possível alterar a velocidade de atualização dos dados;

ATENÇÃO ao usar o RTD

O Excel tem sua própria organização de células, e estas são importantes de ser respeitadas para usufruir corretamente da ferramenta. Com essa informação, e para uma correta importação RTD é necessário que as células que vão receber a tabela, estejam configuradas como “Geral”. Evitando assim erros de exibição que geralmente são causados por tentar inserir texto em células configuradas como “Data” por exemplo.

Outro ponto passível de atenção, e que deve ser considerado é o fato de ser impossível utilizar o DDE e o RTD simultaneamente. Para se utilizar o RTD o DDE deve estar desativado e vice versa.

Mão na massa

Agora que vocês já entenderam o que é e como funciona o RTD, vamos a um rápido tutorial de como utiliza-lo na pratica.

RTD selecionar ativos 1

  1. Com o Profit aberto, acessem o menu “Cotações“, e dentro dele encontrem a opção “Exportar em tempo real (RTD/DDE)”;
  2. Com isso você já está com a ferramenta de exportação em tempo real na tela, agora marque a opção RTD;
  3. Na aba “Ativos“, selecione os ativos que você deseja exportar;
  4. Na aba “Atributos” você vai selecionar as informações de cada ativo que você deseja exportar;
  5. Seguindo a ordem de abas vem a aba “Indicadores“, onde você decide se quer que os indicadores sejam exportados e quais deles seriam, em caso positivo;
  6. Na aba “Configurações” é possível fazer alguns ajustes simples como por exemplo se os títulos das colunas devem ser exportados ou não;
  7. Ao fim pressione “Copiar” no canto esquerdo inferior e o próprio Profit lhe instruirá como prosseguir no Excel.

Vale ressaltar que este foi um tutorial rápido, com o intuito de passar um passo a passo mais simplificado. Aos que tiverem duvida, todo o procedimento passo a passo pode ser acompanhado por vídeo neste link.

A exportação RTD é mais uma ferramenta que reafirma o compromisso da Nelogica em fazer do Profit a plataforma de negociação mais completa e moderna do mundo. Para manter-se atualizado sobre todas as novidades do Profit, não deixe de acompanhar no nosso canal a playlist Update News.

E para colocar em pratica tudo que foi aprendido neste artigo, faça o teste da integração do Profit com o Excel neste link. E aproveite gratuitamente o RTD e todas as outras funcionalidades no período de testes.