large View Blog 067
large View Blog 067

Saiba como avaliar riscos de investimentos financeiros

Todo investidor tem uma missão diária em sua atuação: saber avaliar os riscos de investimentos. Toda aplicação expõe o investidor às perdas, e o sucesso está diretamente relacionado aos movimentos que ele faz para minimizar a incidência desses riscos.

Para conseguir isso, é preciso saber quais são os tipos de riscos e com o que cada um deles se relaciona. O estudo aprofundado é fundamental para uma atuação próspera no mercado de investimentos.

Neste post, você vai ver mais sobre os riscos das aplicações, sabendo como avaliar esses fatores. Ficou interessado? Então, continue a leitura!

Entenda melhor o que são riscos de investimentos

Toda vez que um investidor está trabalhando com uma aplicação no mercado financeiro, há a possibilidade de oscilações e movimentos que venham a resultar na perda do valor dessas ações, representando também a perda de dinheiro. O risco nada mais é do que a iminência dessa situação, o que acontece frequentemente.

O risco pode ser, além da perda, a possibilidade de uma aplicação não atingir os resultados esperados pelo invstidor. Isso pode configurar um erro de entrada em uma posição, o que também acontece frequentemente.

A avaliação de riscos é o mecanismo de estudo que os investidores têm para se preservarem de situações como essas. Sempre haverá a possibilidade de perda, mas quanto mais informações forem buscadas e estudos forem feitos, melhor se conhecerá essas possibilidades, cabendo ao investidor assumir esse risco em prol de suas estratégias, ou não.

Conheça os principais tipos de riscos

Há diversos tipos de riscos que podem incidir nos investimentos, e é fundamental que o investidor saiba de todas as possibilidades. Conheça os principais fatores a seguir.

Riscos de liquidez

Converter um investimento em dinheiro pode não ser uma tarefa tão fácil. Nessas ocasiões, o problema pode girar em torno da falta de capital, ou seja, o investidor terá dinheiro “preso” a uma aplicação que está fazendo falta, seja para novos investimentos ou para suas despesas pessoais comuns.

Riscos de mercado

Os riscos de mercado são causados por fatores relacionados a oscilação de cotações e preços, como a variação do dólar, além de outras questões gerais. Por exemplo, se você tem ações de uma empresa e ela está envolvida em algum escândalo de corrupção, certamente o valor desses papéis vai cair, o que vai configurar prejuízo.

Riscos de conjuntura

Diversos fatores relacionados ao mercado podem influenciar nos valores de ação. Os riscos de conjuntura são amplos e tratam de qualquer fato que tenha poder de influenciar os indicadores.

Riscos de crédito

Em títulos como CDB, Tesouro Direto e outras aplicações de renda fixa, em que o dinheiro é “emprestado” a alguma instituição, há sempre o risco de não reaver esses valores. Essa possibilidade pode ocorrer por diversos fatores, como crises em instituições privadas ou problemas políticos, quando os títulos são públicos.

Veja como avaliar os riscos de uma aplicação

Tão importante quanto conhecer os fatores de incidência de riscos de investimentos é saber como avaliar a possibilidade de eles acontecerem. A análise é feita por meio de cálculos que estudam a possibilidade de um risco aparecer, combinado aos prejuízos que eles poderiam causar.

Tomar decisões para entrar em uma posição deve ser um movimento analisado com cuidado. Certamente, em algumas ocasiões, o investidor vai assumir um risco, tendo em vista que isso pode significar ganhos mais altos, mas é importante fazer isso de forma consciente.

Os riscos de investimentos são fatores importantes e que devem ser bem conhecidos pelos investidores. Saber dessas possibilidades faz com que cada entrada em uma posição seja feita com cautela e sob boas práticas.

Gostou do conteúdo deste post? Você pode ter acesso a outros materiais interessantes: assine nossa newsletter e receba tudo diretamente em seu e-mail!