View Blog 085
View Blog 085

Suporte e resistência: entenda definitivamente esses conceitos de Análise Técnica

Os níveis de suporte e resistência são peças-chaves na análise de um gráfico. Esses elementos ajudam o operador de mercado a entender o comportamento do preço dos ativos.

Porém, para identificar esses importantíssimos pontos, o trader vai precisar entender o conceito por trás desses níveis. Neste artigo vamos detalhar como encontrar possíveis suportes e resistências e quais as ferramentas você poderá utilizar para descobrir esses pontos.

Entenda o que são níveis de suporte e resistência

Os níveis de suporte e resistência são conceitos básicos da Análise Técnica. Porém, seu entendimento dão a base para compreender o comportamento dos movimentos do preço, para então se fazer um bom estudo de mercado.

Basicamente os níveis de suporte e resistência são zonas de preço onde há grandes possibilidades de haver rejeição. Ou seja, é quando o preço chega próximo a esses níveis e então reverte o movimento para o sentido contrário.

Abaixo vamos detalhar um pouco mais sobre essas regiões de preço tão importantes.

Níveis de suporte

Os suportes são as zonas de preço com alta probabilidade de rejeição do preço que se encontram abaixo da cotação atual. Então, quando estamos falando em suporte, são as regiões que se encontram sempre abaixo do preço negociado no momento.

Eles podem ser usados como referências para pontos de entrada independente se o ativo estiver fazendo um movimento de alta ou de baixa. 

Como os suportes estão sempre abaixo da cotação atual, o esperado é que o preço reverta para um movimento de alta logo após chegar próximo a um nível de suporte. Fique atento: o contrário também pode acontecer!

Quando o nível de suporte falha durante seu teste de rejeição, acontece o que chamamos de rompimento. Normalmente esse rompimento pode empurrar o preço para baixo com força, mas isso pode acontecer por diversos motivos.

Os principais são: baixo interesse da ponta compradora nesse nível de suporte ou força vendedora muito superior ao interesse de compra.

Níveis de resistência

Diferente dos níveis de suporte, as resistências se encontram sempre acima da cotação atual do ativo. Essas zonas também possuem alta probabilidade de rejeição do preço, porém para inverter os movimentos para o sentido de baixa.

Então quando preço chega próximo a um nível de resistência, o esperado é que o preço reverta para um movimento de baixa. Porém assim como os suportes o contrário também pode acontecer.

Os níveis de resistência também estão suscetíveis aos rompimentos, por isso o trader deve analisar cada situação dentro do seu contexto e avaliar a confiabilidade desses pontos.

Como visualizar os suportes e resistências no gráfico

Bom agora que entendemos o conceito de suporte e resistência, fica a dúvida. Como visualizar essas zonas dentro de um gráfico? Existem algumas ferramentas que podem auxiliar o operador de mercado a identificar esses pontos.

Vamos detalhar abaixo as principais formas de visualizar os níveis de suporte e resistência.

Suporte e resistência em níveis de preço

Os suportes e resistências em níveis são os mais conhecidos pois delimitam os fundos e topos do mercado que são pontos de grande expectativa. Para fazer a marcação destes pontos é fácil e simples.

Por exemplo, dentro do Profit você pode usar o recurso Resistência disponível na Barra de Estudos, para traçar uma linha reta. Assim você poderá visualizar com facilidade o suporte ou resistência encontrado.

Uma dica para o trader é encarar esse nível de suporte ou resistência como uma região e não apenas como uma linha. Isso certamente irá ajudar a calibrar as entradas e saídas das operações eliminando os efeitos das pequenas oscilações do mercado.

Linha de Suporte
Profit – Suporte em Níveis de Preço

Canais de Tendência

Um pouco diferente do suporte e resistência em níveis os canais funcionam quando o mercado está numa tendência clara. Eles nada mais são que linhas diagonais que traçam um possível movimento do preço dentro de um canal com sentido de baixa ou de alta.

Dentro do Profit você pode utilizar o recurso Canais, também dentro da barra de estudos que irá facilitar a sua visualização destes tipos de suporte e resistência.

Esse recurso também facilita a identificação da tendência do preço no momento. Por exemplo, se o canal estiver com o sentido de alta, certamente o ativo também estará em tendência de alta, possibilitando o trader seguir o movimento e realizar suas operações.

Canais de Suporte
Profit – Canais

Indicadores Técnicos

Existem também inúmeros indicadores técnicos que auxiliam o trader na visualização de suportes e resistências. Uma das vantagens em se utilizar um desses indicadores é o fato deles identificarem esses níveis de forma automática.

Um exemplo que podemos citar é o indicador Pivot, que com base nos valores de abertura, máxima, e fechamento de um dia determina possíveis suportes e resistências para o próximo dia.

Indicadores de Suporte
Profit – Indicador Pivot

Utilizando suportes e resistências para entradas e stops.

Agora que sabemos encontrar as regiões de suporte e resistência dentro do gráfico, está na hora de estruturar nossas operações. O primeiro passo para o trader é identificar a tendência vigente no momento.

Com a tendência identificada você poderá planejar uma entrada com base em uma região de suporte ou resistência. Vamos ao um exemplo prático abaixo:

O trader André, identificou que o preço de uma determinada ação está em uma tendência forte de alta, então ele usa a ferramenta de estudo Canais, disponíveis em seu ProfitPro para traçar suportes ao longo do possível caminho que o preço fará.

Ao mesmo tempo, André traça uma linha no topo do dia anterior para sinalizar uma possível zona de resistência do preço. Ele então prepara uma entrada na linha de suporte do canal, esperando que o preço retorne seu movimento de alta logo após sua ligeira correção. Ele também posiciona seu stop fora do canal logo abaixo do último fundo que o mercado formou.

Assim que o preço atinge a sua entrada e ele então planeja fazer uma nova entrada logo após o rompimento da sua linha de resistência. Aumentando seus lotes porém com alvo mais curto.

Para se proteger, André se planeja, e caso o preço não rompa a região de resistência ele então não fará uma nova entrada mais sim encerrar sua operação inicial, garantindo seu lucro.

Complemente sua estratégia com as zonas de suporte e resistência.

O exemplo acima do trader André, ilustra uma situação simples de uma operação utilizando suportes e resistências. Porém sabemos que o comportamento do mercado está em constante mudança e o operador de mercado deve estar atento a todos os sinais que o preço está emitindo.

Primeiramente, as zonas de suporte e resistência são pontos importantes do gráfico e devem ser levadas em consideração. Mas não se engane, essas zonas de suporte isoladas não significam nada dentro de uma análise.

Isso quer dizer que o contexto do mercado deve sempre ser levado em consideração quando você for estruturar uma estratégia com base nessas zonas. Então busque sempre por outras informações que validam a robustez dessas regiões de suporte e resistência.

Como exemplo, podemos citar o uso de indicadores para fazer essa validação. Se o indicador estiver sugerindo que o preço reverta seu movimento próximo a um nível de suporte ou resistência, o trader terá mais confiança para realizar uma entrada.

Então faça seus testes e busque informações de apoio em conjunto com as zonas de suporte e resistência. Calibre seus indicadores e verifique como eles se comportam quando o preço chega próximo a essas regiões.

Conseguiu entender  o que são níveis de suporte e resistência? Deixe um comentário! Se quiser se aprofundar no assunto confere o nosso e-book especial sobre suportes e resistências! Baixe aqui